Kategorie: Rezepte

Crepioca

Abgesehen von den Brasilianern oder Brasilien-Urlaubern, glaube ich, dass hier in Deutschland niemand weiß, was Crepioca ist.
Vor zwei Jahren schrieb ich ein Rezept und sprach über die köstliche Tapioca, eines der Lebensmittel, die ich aus Brasilien am meisten vermisse.
Was hat Tapioca also mit Crepioca zu tun? Ich glaube ihr könnt es schon erraten.

Weiterlesen

Uma iguaria exótica!

Se Palmenmark ou Palmherz (Alemanha – “coração da palmeira“), os palmitos são uma verdadeira iguaria exótica na nossa cozinha.

Os índios de todo o mundo têm um papel fundamental na história dos nossos alimentos, e um desses, que nos foram apresentados por eles, é o palmito.
O Palmito é originário da América Latina. A história sobre a utilidade da palmeira amazônica tem origem no Peru, onde tem o nome de „pijuayo“.
A pupunheira que é nativa da bacia do Amazonas, é uma das espécies de palmeiras mais ecologicamente viável para a extração do palmito, pois precisa somente de dois anos para crescer.
O açaizeiro, a palmeira do açaí, também é uma importante fonte de palmito, embora a colheita e a venda dos frutos estejam se tornando cada vez mais importante no mercado mundial.

Infelizmente, com o desmatamento selvagem das florestas amazônicas feitas por aproveitadores ilegais, muitas palmeiras foram colocadas em risco de extinção, pois com a extração do caule para o retiro do palmito, a planta morre.

O coqueiro, por exemplo, tem uma proteção „natural“, como as frutas (cocos) têm um valor económico mais elevado do que o ganho do palmito, eles não são cortados para esta finalidade.

A fim de abastecer o mercado mundial, está havendo o aumento da preferência por palmitos cultivados, as palmeiras estão sendo criadas exclusivamente para a produção do palmito em áreas específicas, protegendo, até certo ponto, a exploração e degradação da natureza.
O Brasil é considerado um dos maiores produtores e consumidores de palmito no mundo.

O Palmito é um vegetal extremamente macio com um sabor suave, de noz!
Como vocês podem ver, eles se assemelham aos aspargos, mas são cortados ligeiramente mais grossos e mais curtos.
Aqui na Alemanha encontramos nos supermercados palmitos somente em conservas, por causa disso, eles são um pouco mais  azedinhos, porque são preservados com vinagre e limão, mas não altera a qualidade.
Eles são ótimos em saladas, assados e cozidos, como tapas, servidos com camarão ou envoltos com presunto, bem como um acompanhamento para o churrrasco, etc.

Eu escolhi uma receita de uma salada muito simples para vocês hoje e espero, com isso, poder ganhar o „coração“ de vocês!

Salada de Palmito com Molho de Mel e Mostarda

1 Vidro ou Lata de Palmito  (500 g), cortar em rodelas
500 g Salada Verde – alface
Tiras de Salmão a gosto
Amêndoas a gosto
150 g Tomate-cereja
1 EL Azeite de Oliva extra virgem
3 EL Balsâmico
Azeitonas pretas a gosto
Sal e Pimenta a gosto
Colocar todos os ingredientes em uma saladeira e misturar.
Para o molho:  2 c. sopa Mostarda, 2 c. sopa Mel, 2 c. sopa Azeite de Oliva 2 c. sopa Vinagre branco mit 1 c. sopa Água, Sal e Pimenta – Misturar tudo e pronto!

Escrevam-me contando o que vocês acham dos „aspargos de praia“, ok?! 🙂

Bjo e Tchau